Blog


Categorias:

Base de ConhecimentoNotícias do MercadoAtuação da SolarizeSoftware PV*SOLSolarize na MídiaEnergia Solar FotovoltaicaAquecedor Solar de Baixo CustoNewsletterAquecimento SolarSistema SolarizeResponsabilidade SocialClube de vantagens

Tarifas brasileiras no software PV*SOL: instrução como criar e editar

Publicado em 08 de agosto de 2017

Desde a versão 2017, o software PV*SOL implementou tarifas brasileiras. Segue aqui uma descrição sucinta como criar e editar as tarifas dentro do programa.

Consumidor classe B (residencial e comercial)

Gravamos neste tutorial o passo-a-passo de uso de tarifas brasileiras no PV*SOL:

  • cadastrar o consumo mensal da unidade
  • cadastrar a tarifa
  • simular o retorno energético e financeiro de um sistema fotovoltaico
  • interpretar o resultado para aprimorar o dimensionamento

Adicionalmente elaboramos duas instruções que detalham como criar e editar uma nova tarifa. Elas partem de uma tarifa modelo que já vem na base de dados do software.

1. Como criar tarifas brasileiras (clique na imagem para ampliar)

Como criar tarifas brasileiras no software PV*SOL

2. Como editar tarifas brasileiras(clique na imagem para ampliar)

Como editar tarifas brasileiras no software PV*SOL

 

Consumidor classe A (industrial e grande comércio)

Tarifas classe A são binômias: elas têm horario de ponta e fora da ponta. Veja o seguinte tutorial para entender como cadastrar tarifas no software PV*SOL:

Observações:

  • O sistema solar, em 99% dos casos, não modifica a demanda contratada do cliente, porque ele precisa que a concessionária forneça a mesma potência em horas com pouco sol ou até sem sol (à noite, de manhã, à tarde, em dias chuvosos). Por isso, a demanda não entra no cálculo do sistema solar.

Manutenção de tarifas no software

Propomos o seguinte método para a manutenção das tarifas no software PV*SOL:

  • Ao criar uma tarifa classe B, dê o nome que informe o início da vigência da tarifa e a quantidade de fases. Ex: "Abril 2017, 3-fases".
  • Ao criar uma tarifa classe A, coloque no nome o início da vigência, o tipo da tarifa, e se o valor inclui os impostos. Ex: "A4 verde, Abril 2017, com impostos"
  • Cada tarifa é mantida inalterada na base de dados, para que possa ser consultado novamente ao abrir o projeto que a usa.
  • Quando a tarifa mudar, então copie a tarifa anterior e ajuste nome e valores da tarifa.
  • Se precisar uma tarifa parecida, então copie a tarifa existente e ajuste nome e outros campos. Exemplo: copie a tarifa "Abril 2017, 3-fases", mude o nome para "Abril 2017, 1-fase" e ajuste o custo de disponibilidade para 30 kWh.
  • As tarifas fora da vigência podem ser escondidos, desmarcando o campo "disponível" no cadastro.
  • inclua no nome dela o mês do início da vigência e outras características importantes: inclui imposto ou não

Sobre o cálculo com tarifas

Antes de cadastrar tarifas, estude a palestra sobre dimensionamento, disponível na coletânea de apresentações, para entender bem o assunto: clique aqui.

Perguntas e respostas sobre tarifas:

  • Devo incluir os impostos na tarifa cadastrada no PV*SOL?
    Sim, a tarifa deve representar o custo que o cliente paga. No caso de clientes classe A é possível que ele compense o ICMS com outras transações. Pergunte o cliente.
  • Devo incluir a bandeira tarifária na tarifa?
    A bandeira é definida mensalmente, sem previsão a longo prazo. Fica a seu critério incluir uma bandeira que acha justificável. A ANEEL, num estudo publicado em 2017, incluiu a bandeira amarela. Este fato pode servir como exemplo.
  • Posso calcular a redução com taxa de iluminação?
    Cada município calcula a taxa de forma diferente. Aconselho desconsiderar. Uma redução será um bonus adicional para o cliente.

Tarifa de zona versus tarifa escalonada

Há uma diferença importante entre a aplicação do imposto na tarifa nos diferentes estados.

Exemplo:

Faixa de consumo, conforme lei
[kWh/mês]

PV*SOL:
A partir de
(energia em kWh/mês)

PV*SOL:
Tarifa de energia [R$/kWh]

0

0,00

0,55

50

50,50

0,69

300

300,50

0,80

Diferença entre os tipos de taxação:

 

Tarifa de zona

Tarifa escalonada

Cálculo do valor cobrado

Cada parcela do consumo é multiplicada com a respectiva tarifa

Todo o consumo é multiplicado com a tarifa do consumo total

Exemplo: consumo de 370 kWh (usando a tabela acima)

50 x 0,55 + 250 x 0,69 +
70 x 0,80 = R$ 256

370 x 0,80 = R$ 296

Exemplo de Estados

SC

RJ

Caso seu estado não esteja na tabela, então pesquise este fato e informe ao e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. para que possamos ampliar a tabela.

Saiba mais